Como desenvolver a autoliderança e aplicá-la ao ambiente corporativo


Postado em 07/11/2019

 

 

 

 

 

Há algumas décadas, organizações caminham em direção a estruturas modernas, horizontais, em que o gestor deixa de ser chefe, ou patrão, para se tornar um líder, aquele que está à frente de ideias, caminhando com sua equipe em direção a um objetivo comum. Essa transformação vem se acelerando nos últimos anos.Novas tecnologias facilitam a execução de ideias e novos negócios, o que antes era restrito a quem tinha muitos recursos e uma grande equipe.

Essa mudança traz consigo a demanda de um novo comportamento de liderança, menos burocrático e mais democrático, de forma que todos os colaboradores possam desenvolver e construir a própria liderança pessoal, uma vez que todos precisam liderar e administrar suas próprias vidas e seu crescimento profissional.

A importância da autoliderança

O conceito de autoliderança pode ser novidade, mas sua importância é clara em vários aspectos, tanto profissionais como pessoais. A capacidade de se propor a ir mais longe, de tentar algo novo e de enfrentar o desafio de ver uma oportunidade onde existe um problema é uma forma básica e essencial de autoliderança; afinal, você precisa aprender a se mobilizar antes de estar apto a mobilizar uma equipe.

A autoliderançainclui o direcionamento de carreira, que consiste em saber onde você quer chegar e estabelecer como fará isso, e a mentalidade protagonista de ter a capacidade de executar ideias. Para iniciar esse processo, o autoconhecimento é essencial.

Você sabe a direção que sua carreira precisa seguir para atingir seus objetivos? O que impede sua execução ou desenvolvimento?

Além disso, é fundamental compreender onde se quer chegar, e isso funciona como motivação no processo de autoliderança. Ao ter clareza de seus objetivos, você consegue não só se guiar por eles, como também buscá-los para se inspirar nos momentos que precisar de motivação.

O reflexo de uma liderança qualificada em uma equipe

Toda empresa com objetivos preestabelecidos depende da liderança e da mentoria de um gestor, de orientações de desenvolvimento e do acompanhamento de sua equipe de trabalho. Para as organizações, é fundamental que os líderes sejam profissionais que investem em si mesmos, que possuem credibilidade pessoal por meio da sua capacidade de agir, e que tomem decisões com confiança.

No entanto, a principal função do gestor é, como o próprio nome diz, cuidar da gestão de uma equipe. Um gestor qualificado é capaz de realizar o gerenciamento dos talentos corporativos de maneira que a equipe se sinta motivada a buscar a melhor forma de atingir os objetivos. Dessa forma, é necessário engajar esses profissionais com sua visão de negócio, que tende a beneficiar não só a empresa ou a chefia, mas toda a equipe. É preciso fazer com que a equipe se sintaparte de algo maior e importante, para que abrace o projeto e dê o melhor de si.

Se você possui interesse em saber mais informações a respeito, aproveite e conheça o curso Protagonismo para uma Liderança de Sucesso da Universidade Corporativa Sindi Clube.

Contatos

11 3253-8583

atendimento@unisindiclube.com.br


Links Adicionais

In Company

Faça treinamento direto na sua empresa.

Notícias

Veja todas as nossas notícias.

Biblioteca Digital

Acesso um dos maiores acervos de conteúdo on-line.

Sindi Clube

Visite o site do Sindi Clube.

© Sindi Clube - Todos os Direitos Reservados